10 de julho de 2012


DOM EUGENIO SALES ERA O MAIS ANTIGO CARDEAL DA IGREJA CATÓLICA

Com mais de 40 anos de cardinalato, religioso brasileiro teve o nome cogitado entre os candidatos a Papa, depois da morte de João Paulo I, em 1978.
O arcebispo-emérito da Arquidiocese do Rio de Janeiro, Dom Eugenio de Araújo Sales, era o Mais antigo cardeal da Igreja Católica. Ele foi nomeado em 28 de abril de 1969, em reunião presidida pelo Papa Paulo VI.





 
Uma das personalidades mais notáveis da religião no país, Dom Eugenio ocupava o cargo de cardeal presbítero, do título de São Gregório VII. Natural de Acari – RN, o recordista chegou a ter o nome cogitado entre os candidatos a Papa, depois da morte de João Paulo I, em 1978.

Próximo do Vaticano e influente como nenhum outro religioso brasileiro, ele era amigo pessoal do Papa João Paulo II e também do atual Papa Bento 16. Mesmo com a idade avançada, participava ativamente das decisões da igreja no mundo.

No Brasil, destacou-se pela proteção a refugiados políticos na época da ditadura militar, foi um dos criadores da Campanha da Fraternidade e enquanto sacerdote, ajudou a fundar os primeiros sindicatos rurais no Rio Grande do Norte. Em quase 60 anos de episcopado e mais de 40 de cardinalato, Dom Eugenio nomeou 22 bispos e 215 padres.

Durante 30 anos, entre 1971 e 2001, o recordista ocupou o cargo de arcebispo do Rio de Janeiro, também por nomeação do Papa Paulo VI. Depois de sua renúncia aceita pela Igreja Católica, recebeu o título de arcebispo-emérito.

De acordo com informações da Arquidiocese do Rio, o lema do religioso era fundamentado na Carta de São Paulo aos Coríntios, sobre 'Impendam et Superimpendar': “De muito boa vontade darei o que é meu, e me darei a mim mesmo pelas vossas almas, ainda que, amando-vos mais, seja menos amado por vós”.

Significado de cardeal
O cardeal é um alto cargo da Igreja Católica, responsável por assistir e aconselhar o Papa nas suas tarefas administrativas religiosas. Agrupados no Colégio dos Cardeais, os nomeados são considerados ‘príncipes’ da igreja. A palavra vem do latim e significa eixo, algo que gira, neste caso em torno do Papa.

Trajetória
Dom Eugenio nasceu em 08 de novembro de 1920. Em Acari– RN foi ordenado sacerdote em 1943 e bispo em 1954. Nos anos 60, ocupou o cargo de arcebispo de Salvador. Ele recebeu mais de 50 homenagens no país, entre medalhas e diplomas. O religioso faleceu em 09 de julho de 2012, aos 91 anos, no Rio de Janeiro, por causas naturais.

Visitas do Papa no Brasil
Entre as grandes realizações do cardeal, recebe destaque a participação em 11 comissões da Igreja Católica, além da importante colaboração para viabilizar as visitas do Papa João Paulo II no Brasil, nos anos de 1980, 1991 e 1997.

Referência na defesa de perseguidos
Apesar do perfil conservador e defensor da ortodoxia católica, no combate a doutrinas esquerdistas da igreja, Dom Eugenio protegeu refugiados políticos. Ele ajudou a salvar a vida de mais de quatro mil perseguidos políticos, entre brasileiros, argentinos, chilenos e uruguaios, durante as ditaduras militares do Cone Sul, entre 1976 e 1982.
O cardeal abrigou os refugiados no Palácio São Joaquim, residência oficial do arcebispo do Rio de Janeiro, em uma rede de 80 apartamentos alugados. Devido à sua posição conservadora na igreja, ele conseguiu proteger milhares de pessoas de maneira silenciosa, sem afrontar o regime militar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário