19 de abril de 2013

DOCUMENTO FINAL DA ASSEMBLEIA SERÁ ENCAMINHADO PARA AS PARÓQUIAS

IMG_6458-001
Nesta quinta-feira (18) penúltimo dia da 51ª Assembleia Geral dos Bispos em Aparecida (SP) as discussões em torno do tema central ‘Comunidade de Comunidades: uma nova paróquia’ chega aos últimos encaminhamentos.

Os bispos já discutiram diversas questões de importância para a Igreja no Brasil e pontuaram diversos encaminhamentos para que um dos grandes apelos da Conferência de Aparecida, uma Igreja em estado permanente de missão, possa ser mais bem trabalhado nas paróquias brasileiras.

Na coletiva desta véspera de encerramento da assembleia os entrevistados foram os bispos, dom Alberto Taveira Corrêa, arcebispo de Belém do Pará, dom Walmor de Oliveira Azevedo, arcebispo de Belo Horizonte, dom Sérgio Castriani, arcebispo de Manaus (AM), presidente da comissão responsável pelo texto-base do tema central da assembleia.
Nas falas individuais os bispos falaram especificamente sobre o tema central. O documento final da assembleia será enviado às paróquias e grupos, destacou dom Sergio Castriani em seu pronunciamento.

“A grande novidade é que o texto foi aprovado como texto de estudos e será enviado a todas as comunidades, paróquias, regionais para que haja um grande movimento de participação de todos neste tema”.

Sobre o conteúdo do documento, dom Sérgio disse que a análise da realidade gera discussões complexas.

IMG_6450‘Existem luzes e sombras, alegrias e preocupações, há muita coisa boa acontecendo, mas há muita coisa que impede a renovação das paróquias e há um esforço todo de compreender o mundo em que vivemos numa atitude de diálogo, identificando alegrias, esperanças, angústias e tristezas”.

Dom Sergio observou que muitas paróquias já estão vivenciando esse desejo de renovação, que desperta o serviço dos ministérios leigos, o empenho em atrair os afastados, especialmente, os católicos que vivem à margem da vida da Igreja.

“O empenho todo deste ano será de envolver na reflexão todas as comunidades do Brasil nessa reflexão profunda e intensa sobre a paróquia instituição que evangeliza, que é missionária e que é servidora da vida”, pontuou o bispo.

Dom Alberto Taveira afirmou que o tema central da assembleia serviu para recuperar os documentos da Conferência de Aparecida.

Dom Alberto citou a carta que o Papa Francisco enviou aos bispos da Argentina, destacando que o rumo a ser seguido pela Igreja presente na América Latina é justamente o trabalho a partir dos elementos da conferência, o que segundo o bispo está muito presente no documento final da assembleia.

“Percebi uma sintonia muito forte entre aquilo que nós estamos realizando, que esse texto que foi oferecido e que será aprofundado a partir de agora, corresponde à perspectiva que foi oferecida pelo Documento de Aparecida. A meu ver aqui está a chamada conversão pastoral. De caminhar para comunidades mais próximas e mais adequadas para o contato com as pessoas umas com as outras, comunidades menores que constituam a paróquia”.

IMG_6455O arcebispo de Belo Horizonte, dom Walmor, também enfatizou o objetivo do documento, de sair de uma paróquia autocentrada para uma paróquia mais missionária.
“Ao tratarmos de paróquia e de comunidades estamos abrindo ou alargando o horizonte, no sentido de uma presença mais qualificada e mais adequada na vida das pessoas. O tema central oportuniza a todos nós como Igreja a revisão de uma estrutura secular, ou de uma dinâmica evangelizadora secular, fazendo-nos constatar a necessidade de muitas modificações”.

Dom Walmor destacou também que a paróquia “não é apenas uma estrutura burocrática, mas um lugar da vivência da fé, do diálogo, do cuidado com a vida e do anúncio ao mundo do Evangelho de Jesus Cristo”.

Hoje aconteceu durante o plenário da assembleia o lançamento da nova versão do Catecismo da Igreja Católica, edição que foi atualizada depois de 20 anos, a apresentação de projetos da Comissão Pastoral para a Comunicação, entre eles, o 8º Mutirão Brasileiro de Comunicação e o Curso de Comunicação para Bispos que deve acontecer em Recife (PE), a prestação de contas do Fundo Nacional de Solidariedade de 2012 e da Campanha para a Evangelização, a continuidade de uma reflexão sobre a comissão de bispos eméritos e as comunicações de diversos organismos da CNBB.

Fonte: A12.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário