29 de maio de 2013

FIÉIS PARTICIPAM DE MISSA EM AÇÃO DE GRAÇAS POR MAIS UM ANO DE VIDA DO PE. IVANILSON ALEXANDRINO

A Santa Missa foi celebrada ontem (28), na Igreja de São Francisco de Assis em Pedra Grande/RN, e teve presenças marcantes de autoridades e pessoas ilustres. Grandes amigos do Pe. Ivanilson se fizeram presentes, amigos de Parazinho, Pedra Grande e João Câmara.

No momento oportuno algumas pessoas puderam fazer suas homenagens ao Pe. Ivanilson. Logo após a Santa Missa, os presentes foram convidados para cantar os parabéns ao lado da Igreja e comer o lindo bolo. 

Confiram as imagens feitas pela Pascom de Parazinho

 Comentarista
 Leituras
  Leituras
  Leituras
 Pe. Ivanilson Proclamando o evangelho
 Fiéis presentes
 o lindo bolo
  Leituras



 Momento da Comunhão
 Homenagens dos coroinhas
 Homenagens
 Homenagens
 Homenagens
 Homenagens dos vereadores de Pedra Grande
 Homenagens
 Homenagens
 Homenagens da Pascom
 Homenagens do Prefeito Marcão
 Homenagens de dona Rosário
 Genival, Pe. Ivanilson e Rita
 Turma de Parazinho
 Turma de João Câmara
 Prefeito de Pedra Grande(Marcão) e familia
 Senhores de Pedra Grande
 Coroinhas
Mulheres de Pedra Grande

27 de maio de 2013

PARABÉNS PE. IVANILSON ALEXANDRINO

Hoje a Área Pastoral de Nossa Senhora de Nazaré está em festa. Comemorando o aniversário natalício do Pe. Ivanilson Alexandrino, este que está fazendo os trabalhos pastorais em Parazinho e Pedra Grande/RN por mais ou menos dois anos.

Mensagem de todas as pastorais e movimentos que formam a Área Pastoral de Nossa Senhora de Nazaré, ao Pe. Ivanilson Alexandrino.

 Pe. Ivanilson Alexandrino

A vida possui inúmeros caminhos a serem percorridos e desvendados por aqueles que necessitam de uma companhia agradável para compartilhar, Deus é a companhia agradável, e também a mais certa.

A vida é fruto da decisão de cada momento. Talvez seja por isso, que a ideia de plantio seja tão reveladora sobre a arte de viver.

Viver é plantar. É atitude de constante semeadura, de deixar cair na terra de nossa existência as mais diversas formas de sementes.

Cada escolha, por menor que seja, é uma forma de semente que lançamos sobre o canteiro que somos. Um dia, tudo o que agora silenciosamente plantamos, ou deixamos plantar em nós, será plantação que poderá ser vista de longe...

Deus resolveu reformar o mundo, e escolheu você para iniciar a reforma.
Que a conquista de seus sonhos e ideais sejam constantes e que Deus transforme cada um de seus momentos, em instantes mágicos e inesquecíveis.

Aniversário é uma data para ser comemorado com muita alegria e emoção, por todos que tem o grande prazer de conviver e compartilhar cada dia com alguém tão importante com o Sr. Reverendíssimo Pe. Ivanilson Alexandrino. Como diz Pe. Fabio de Melo: Ser Padre é você ser capaz de iluminar no momento em que o outro é trevas

Feliz Aniversário...

São os mais sinceros votos dos que fazem a Área Pastoral de Nossa Senhora de Nazaré, Parazinho e Pedra Grande/RN.

PADRE VALQUIMAR LANÇA LIVRO

"E chamou os que Ele quis", uma citação do Evangelho de Marcos, é o título do livro escrito pelo Padre Valquimar Nogueira do Nascimento. O livro, resultado da dissertação de mestrado em Direito Canônico, realizado pelo autor, será lançado no dia 6 de junho próximo, às 16 horas, na Faculdade de Filosofia e Teologia Dom Heitor Sales, situada na Av. Junqueira Aires, bairro da Ribeira, em Natal.
Indagado porque elaborar uma dissertação de mestrado e, depois, publicá-la em um livro, o autor responde: " Escolhi o tema porque vejo a necessidade de se dar uma atenção maior ao processo seletivo, tão importante quanto o tempo de formação no Seminário. Procurei, portanto, com base em documentos da Igreja, refletir sobre o assunto. A atenção a este período pode favorecer a qualidade dos candidatos e melhores resultados no processo de discernimento." Em Natal, a partir do lançamento, o livro estará à venda na Faculdade Dom Heitor.

Padre Valquimar é mestre em Direito Canônico, pelo Pontifício Instituto Superior de Direito Canônico da Arquidiocese do Rio de Janeiro, cujo curso é reconhecido pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma. No período de 1998 a 2005, foi reitor do Seminário de São Pedro, na Arquidiocese de Natal. Atualmente, ele é diretor administrativo da Faculdade de Filosofia e Teologia Dom Heitor Sales.

 
Capa do livro, que será lançado dia 6 de junho

Fonte: Arquidiocese de Natal

26 de maio de 2013

ÁREA PASTORAL FARÁ BINGO BENEFICENTE


A Área Pastoral de Nossa Senhora de Nazaré, através das pastorais e movimentos fará um grande bingo beneficente, para arrecadar fundos para a Igreja. O bingo tem apoio de diversos doador e doadoras tais como: Lar Mania, Prefeitura Municipal de Parazinho, Natal Brilhos, Joselito Eletromóveis, Fran Variedades, Cileide, Adriano Móveis, Pastorais e Movimentos da Igreja Nossa Senhora de Nazaré.

O bingo será realizado dia 02 de julho de 2013 na Praça Senador João Câmara às 16:00 horas. Com os seguintes prêmios:

1º 1 Ventilador e 1 Torradeira
2º 1 Ferro e 1 Tábua de Passar
3º 1Rack e 1 Microssisten
4º 1 Fogão 4 bocas
5º 1 Tv 21 pol.

As cartelas podem ser adquiridas na Secretária Paroquial com Wilma das 8:00 às 11:30, Papelaria Claudia ou com os agentes de pastorais no valor de R$ 5,00 reais.

BISPOS FALAM SOBRE A IMPORTÂNCIA DE SIMPÓSIO PARA FAMÍLIA NA CN

A Comunidade Canção Nova recebeu neste sábado, 25, o III Simpósio Nacional da Família, com o tema "A Transmissão da Fé Cristã na Família – tarefa dos pais".

Participaram do encontro o Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, Dom Raymundo Damasceno; o Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para Vida e Família (CEVF), Dom José Carlos Petrini; os assessores nacionais da CEVF, padre Rafael Fornasier  e padre Wladimir Porreca. E ainda, milhares de fiéis vindos de diversas partes do Brasil.

Na abertura do evento, Dom Damasceno dirigiu algumas palavras aos presentes destacando sua alegria e satisfação pela realização do III Simpósio Nacional da Família. Para o arcebispo, o evento é de grande importância, especialmente pelo seu tema que remete ao Ano da Fé, inaugurado pelo Papa emérito Bento XVI, em outubro de 2012.

Dom Damasceno destacou que a família é uma instituição insubstituível, primeira e básica da sociedade, a qual prepara seu futuro também fundamentado na família. Segundo ele, isso acontece  por meio da educação dos filhos, da transmissão de valores humanos, não só por palavras, mas por exemplos.

Para o presidente da CNBB, as famílias devem ser verdadeiras escolas de formação e de educação dos filhos. Mas não só de instrução, de conhecimento, mas de formação de valores.

“Esse Simpósio tem como objetivo fazer refletir sobre essa responsabilidade e missão da família que é a educação e a transmissão da fé e de valores cristãos aos seus próprios filhos, preparando assim o futuro da humanidade”, disse.

Dom Petrini, que realizou a primeira conferência do encontro, ressaltou que para as famílias tão atacadas nos últimos tempos, num período “em que tudo é família e nada é família”, ter um dia de reflexão como esse é uma grande riqueza, uma graça de Deus.

“É uma oportunidade para que muitas famílias possam se perguntar diante de tantas possibilidades, tantas propostas, tanta pluralidade de formas familiares: qual é a certa? Então, nós queremos retornar ao desígnio de Deus, não somente como dever porque Deus disse, porque está escrito na Bíblia, mas porque é o que mais corresponde ao coração do homem e da mulher, o que mais favorece o crescimento e o desenvolvimento da pessoa”.  
Segundo o bispo, a família do desígnio de Deus, aquela que dura no tempo, que é fundada no matrimônio, é o que mais garante os cuidados necessários para a sociedade. “Ela dá mais garantia de cuidado às crianças e não jogá-las, de cuidar de um idoso que está na reta final e não expulsá-lo de casa porque atrapalha, de cuidar de um doente crônico ou de um desempregado. A paz social depende da família”, afirma Dom Petrini. 

Dom Petrini diz que é necessário às pessoas o entendimento de que a instituição familiar, fundada no matrimônio, traz mais benefício para a sociedade do que as famílias precárias que duram um tempo e que não tem como objetivo um matrimônio para a toda a vida.

Uma boa família, explica o bispo, não somente é uma coisa útil para quem participa dela, mas para toda a sociedade. “E nós queremos gritar isso ao mundo inteiro a fim de que as famílias tenham mais clareza e entusiasmo para abraçar o caminho da vida cristã, do desígnio de Deus”. 

Testemunho
O casal Suely e Paulo César, coordenadores da Pastoral Familiar do Vicariato Norte, no Rio de Janeiro, participantes do III Simpósio Nacional da Família, afirma que estar num encontro como esse é uma oportunidade de exercitar os valores que a família tem e levá-los posteriormente às outras famílias que, de certa, necessitam de orientação. 

“Esse encontro aqui na Canção Nova nos faz ver realmente o rosto da família. O acolhimento, essa abertura da Comunidade para que todos nós que estamos aqui sejamos convidados a participar dessa forma aberta. Estou muito feliz e emocionada porque estou vendo o espírito da Pastoral Familiar aqui”, disse a esposa Suely. 

O III Simpósio Nacional da Família termina na tarde deste sábado, 25, às 16, com a celebração da Missa, presidida por Dom Petrini, transmitida ao vivo pela TV Canção Nova.  
Fonte: http://noticias.cancaonova.com/#

23 de maio de 2013

"SEM O SAL DE JESUS, NOS TORNAMOS CRISTÃOS DE MUSEU" ADVERTE PAPA


Os cristãos devem difundir o sal da fé, da esperança e da caridade: esta é a exortação do Papa Francisco na Missa desta manhã na capela da Casa Santa Marta.

Concelebraram com o Papa dois cardeais, Angelo Sodano e Leonardo Sandri, e o Arcebispo boliviano de La Paz, dom Edmundo Abastoflor Montero.

Na sua homilia, o Pontífice falou do sabor que os cristãos são chamados a dar à própria vida e a dos outros. O sal que nos dá o Senhor é o sal da fé, da esperança e da caridade. Mas devemos estar atentos, advertiu Francisco, para que este sal não se torne insípido e para que não perca a sua força:

“O sal tem sentido quando dá sabor às coisas. Também penso que o sal mantido num recipiente, com a umidade, perde força. O sal que recebemos é para doá-lo, para dar sabor, para oferecê-lo. Do contrário, se torna insípido e não serve. Devemos pedir ao Senhor para que não nos tornemos cristãos com o sal insípido, com o sal da garrafa. Mas o sal tem também outra particularidade: quando bem usado, não se sente o seu gosto, sente-se o sabor do alimento: o sal ajuda que o alimento seja mais saboroso. Esta é a originalidade cristã!”

Originalidade, todavia, que não significa uniformidade. Cada cristão tem o seu sabor, com os dons que o Senhor lhe deu, pois o sal que não deve ficar somente dentro de nós, mas deve ser usado de dois modos. O primeiro: dar o sal a serviço das refeições, a serviço das pessoas, a serviço dos outros. Segundo: a transcendência para o autor do sal, o Criador, através da oração e da adoração:

“Assim o sal se mantém, não perde o seu sabor. Com a adoração, eu transcendo de mim mesmo para o Senhor. E com o anúncio evangélico, eu saio de mim para dar a mensagem. Mas se não fizermos isso – essas duas transcendências – o sal permanecerá no recipiente e nós nos tornaremos cristãos de museu.”


Fonte: Rádio Vaticano

PAPA FRANCISCO CONFIRMA CARDEAL VALLINI COMO VIGARIO-GERAL PARA DIOCESE DE ROMA

 
O Papa confirmou nesta quinta-feira como seu vigário-geral para a Diocese de Roma o Cardeal Agostino Vallini. O purpurado, 73 anos, foi chamado por Bento XVI em 2008 a desempenhar este encargo.

O Cardeal Vallini, que é também arcipreste da Basílica de São João de Latrão e grão-chanceler da Pontifícia Universidade Lateranense, nasceu em Poli, província de Roma, na Diocese de Tivoli, em 17 de abril de 1940, onde seu pai, marechal dos carabineiros, de origem toscana, prestava serviço.

Ordenado sacerdote em 1964, em 1978 tornou-se reitor do Seminário de Nápoles, função desempenhada até 1987, quando foi nomeado decano da seção Santo Tomás da Faculdade Teológica do Sul da Itália. Em 1989 João Paulo II nomeou-o bispo auxiliar de Nápoles. Em 1999 foi transferido para a Igreja Suburbicária de Albano, onde exerceu o ministério episcopal por cinco anos.

Em 2004 João Paulo II nomeou-o prefeito do Supremo Tribunal da Signatura Apostólica, elevando-o à dignidade de arcebispo. Em 2006 Bento XVI criou-o cardeal, sendo, então, nomeado seu vigário-geral para a Diocese de Roma em 27 de junho de 2008.


Fonte: Rádio Vaticano 

20 de maio de 2013

Rearticulação da Pastoral da Criança



No dia 18 deste mês (sábado), foi rearticulado em nossa Área Pastoral, a Pastoral da Criança, a mesma estava desarticulada alguns anos, apedido do nosso administrador o Pe.Ivanilson Alexandrino veio Maria Jose que faz parte da equipe de coordenação de João Câmara para que junto aos novos lideres pudessem ter uma capacitação para os mesmos. Este mês será realizado o acompanhamento as famílias que serão assistida pela Pastoral que tem como objetivo acompanhas as crianças de 0 a 6 anos de idade, incluindo a gestante.