23 de julho de 2013

"O mundo precisa de jovens como vocês", diz dom Orani na abertura da JMJ Rio 2013


O arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani João Tempesta, abriu oficialmente a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio 2013 com a missa na praia de Copacabana (RJ). Bispos e sacerdotes, do Brasil e de outras nacionalidades, também concelebraram.

Antes do início da celebração, centenas de jovens com bandeiras representando as cores dos cinco continentes fizeram uma apresentação artística com o hino oficial da JMJ Rio 2013 e o hino da jornada do ano 2000: Emanuel. Enquanto isso, a cruz e o ícone de Nossa Senhora foram conduzidos por entre os jovens presentes na praia de Copacabana até o palco central. Os símbolos estarão presentes em todos os atos centrais da Jornada.

A orla estava repleta de jovens que agitavam as bandeiras de seus países. Franceses, italianos, colombianos, argentinos, americanos, paraguaios, poloneses, palestinos e muitos outros países enviaram seus representantes para o maior evento católico mundial.

"Esta cidade maravilhosa tornou-se ainda mais bela com a presença de vocês! Uma grande alegria nos invade: vocês estão aqui! Vieram de todos os lugares da Terra! Durante estes dias, aqui será a casa de todos vocês!", destacou dom Orani na homilia.

O arcebispo recordou que foi o Papa Bento XVI que escolheu o Brasil como sede da JMJ deste ano, após 26 anos da última jornada na América Latina, e providencialmente, ela se torna agora local da primeira viagem apostólica do Papa Francisco, o primeiro Papa latino-americano da história.

Dom Orani afirmou que nesta semana, o Rio de Janeiro se tornou "o centro da Igreja, viva e jovem" e atraiu para cá jovens de diferentes partes do mundo para partilhar "a fé e a alegria do discipulado".

"Essa felicidade nos fortalece e nos convida a ir ao encontro dos demais jovens, a fazer-nos missionários em todas as nações. O melhor presente a darmos às outras pessoas é a presença de Cristo, que nos preenche e nos impulsiona a amar e a nos doar, sempre no diálogo fraterno", destacou.

No contexto do Ano da Fé, dom Orani disse que os jovens são chamados a viver profundamente a fé nesse "tempo plural e de tantos questionamentos", nessa mudança de época, mas com o entusiasmo e a coerência de quem se deixa conduzir pela ação do Espírito Santo.

E reforçou que aos jovens que eles são o "presente esperançoso" para a sociedade que espera que sua "crise de valores" tenha uma solução. "São chamados a formar uma nova geração que vive a fé e a transmite para a geração seguinte. Somos convidados a uma experiência de fé e dela sair revigorados!", disse.

"Somos chamados a ser protagonistas de um mundo novo. Tenho certeza de que vocês farão isso em suas cidades e seus países. O mundo necessita de jovens como vocês!".

Por fim, o arcebispo do Rio de Janeiro recordou que o Papa Francisco já "está entre nós" e se colocou com os fiéis nesta caminhada. "[Ele] nos indicará caminhos durante estes dias. Queridos jovens: não tenham medo de abrir os seus corações para Cristo!".

Fonte: Canção Nova Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário