5 de março de 2014

Entenda o sentido da Quarta-feira de Cinzas e da Quaresma

Bispo explica sentido da Quarta-feira de Cinzas e da QuaresmaEntenda o significado do período quaresmal que inicia nesta Quarta-feira de Cinzas. No Brasil, este período tem uma proposta ampla

A Quarta-feira de Cinzas é o dia que para a Igreja Católica de rito latino marca o início da Quaresma. Dia de jejum e abstinência, depois do Carnaval.

Mas por que a Igreja chama este dia de Quarta-feira de Cinzas? A explicação é do Bispo de Rondonópolis (MT), Dom Juventino Kestering.

“O início da quaresma cai sempre numa quarta-feira, e se diz quarta-feira de Cinzas porque os cristãos são chamados a se reunirem nas comunidades e a Igreja faz o rito de colocar as cinzas sobre a cabeça [dos fiéis] dizendo: ‘convertei-vos e crede no Evangelho’, para mostrar o caminho que o cristão deve seguir no período da Quaresma”, esclarece o bispo.

Dom Juventino explica ainda que a Quarta-feira de Cinzas é um dia de jejum e abstinência, e também de sacrifícios. “Um dia de quem se põe a caminho para se preparar para celebrar a Páscoa do Senhor”, afirma.

Neste período, a Igreja no Brasil celebra também a Campanha da Fraternidade, com o objetivo de despertar a solidariedade de seus fiéis em relação a um problema concreto que envolve a sociedade brasileira.

O bispo de Rondonópolis destaca que, este ano, o tema da Campanha é muito importante: “A Fraternidade e o Tráfico Humano”, que trata sobre “as raízes do mal” que permanecem na sociedade.

“Vender as pessoas, negociá-las, iludi-las, prometer um emprego e depois é um antro de prostituição. Existem situações em que se tira a vida da pessoa para tirar seus órgãos e servir a outros. Todas essas questões, muito graves, que quase não aparecem, mas estão aí no ‘submundo’, a Igreja Católico teve a sua ‘profecia’ no sentido de transformar isso em um tema da Campanha da Fraternidade”, explica Dom Juventino.

Para vivenciar este tempo quaresmal, a Igreja indica alguns caminhos. “Primeiro, lembrarmos que estamos na quaresma, um tempo de voltarmos para Deus, para a confissão, para uma conversão, para o perdão, para transformar nossa vida em uma vida mais honesta. Mas, ao mesmo tempo, viver a Campanha da Fraternidade, refletir sobre esse tema, fazer com que ele seja divulgado. E também, a preparação para a Páscoa. A quaresma tem o sentido de chegar na Páscoa. E para chegar na Páscoa, o cristão é chamado a fazer um caminho, e esse caminho chama-se o tempo da quaresma, tempo da fraternidade”, afirma o bispo.

Fonte: Canção Nova Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário