16 de fevereiro de 2018

Ano do Laicato estimula cristãos leigos e leigas a recordarem mártires cristãos





Fazer memória de homens e mulheres que testemunharam com coragem e atualidade o Evangelho entregando a própria vida como “Mártires da Caminhada” é uma das atividades propostas dentro do Ano Nacional do Laicato, celebrado de 26 de novembro de 2017 a 25 de novembro de 2018. Neste período, dioceses e paróquias estão usando a criatividade para planejar e vivenciar ações locais, exemplo disso foi realização da Santa Missa dos Mártires do Estado do Espírito Santo, na Comunidade Eclesial de Base de Santa Cruz, distrito de Rancho Fundo, em São Domingos do Norte, no Espírito Santo.
Na ocasião foram recordados os trinta anos de martírio de Francisco Domingos Ramos, o mártir da Terra. A celebração contou com a presença do secretário-executivo da Comissão Especial para o Ano do Laicato, Daniel Seidel. “A celebração do 30º aniversário de martírio de Francisco Domingos Ramos, no Ano Nacional do Laicato marcou o compromisso de manter viva a memória dos cristãos leigos e leigas martirizados”, afirmou o secretário-executivo. A Santa Missa foi presidida pelo padre David Campos e concelebrada pelo vigário da paróquia, padre Irineu; padre Beto e padre Malvino.
Francisco Domingos Ramos
Nascido em 18 de outubro de 1954, Francisco Domingos Ramos, cresceu no Município de Pancas, no Espírito Santo. Meeiro, ficou conhecido em todo o Estado do Espírito Santo pela sua corajosa atuação em defesa dos trabalhadores rurais.
Militante nas Comunidades Eclesiais de Base, tendo como referência a comunidade de Montes Claros, Francisco passou a maior parte da sua vida como membro ativo e líder de comunidade. Indignava-se com a exploração e opressão dos trabalhadores rurais. Com seu espírito de liderança criou o primeiro grupo de trabalhadores do município de Pancas. Acompanhado de Frei Lauro, reunia-se com os trabalhadores rurais nas Comunidades Eclesiais de Base, para formação e conscientização e foi a partir deste momento que começou a receber ameaças, mas não se intimidava e continuava a articular-se junto aos trabalhadores rurais.
Em 1988, Francisco voltava para sua casa, depois de uma reunião na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pancas, onde estava preparando a festa dos Lavradores de Pancas. Na ocasião foi interceptado e assassinado brutalmente.
Roteiros celebrativos
Para ajudar as comunidades a vivenciarem o Ano do Laicato, a Comissão Especial para o Ano do Laicato elaborou propostas de roteiros celebrativos para que os cristãos leigos e leigas possam acompanhar as missas dominicais. Sabendo da importância e o exemplo de vida dos Mártires da Caminhada, a Comissão acrescentou no roteiro a “Ladainha de Memória e Inspiração de Mártires da Caminhada”. Nela, entre outros nomes, consta o de Francisco Domingos Ramos.
Fonte: http://cnbb.net.br/ano-do-laicato-estimula-cristaos-leigos-a-recordarem-martires-cristaos/ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário